suca mazzamati

26 de outubro 1953, São Paulo, Brasil.

Trabalha e reside em Lagoinha, SP.

sucamazzamati@gmail.com

Lattes ID: http://lattes.cnpq.br/9701869023396201

Suca Mazzamati desenvolve sua pesquisa visual desde a década de 70. Sua preocupação com o cuidado e cultivo da natureza, as ações humanas e todas as relações que isso possa acarretar em termos planetários, sempre foi uma constante. Como processo de investigação visual sua prática está focada no desenho de observação, na liberdade de lidar com diferentes materiais e no aprofundamento de possibilidades de fusão entre eles. A modelagem em argila e a transformação da matéria e da pintura pelo fogo e calor tem sido uma escolha permanente em suas obras.  Desde 2006 investiga a paisagem em um projeto denominado de A construção da paisagem. Em 2015 passou a incorporar as palavras em suas obras na série Palavras de barro. Tanto uma como outra pesquisa tem a proposta de que o espectador participe da construção da obra propondo composições, manipulações, jogos solitários ou em grupo. Por gosto faz tigelas e potes pelo interesse e reunião que essas peças promovem nas situações humanas diárias e comuns, as quais considera como rituais de acolhimento e alimentação.

Sua formação foi em São Paulo onde cursou a Escola Brasil e formou-se em artes pela Faculdade de Artes Plásticas na FAAP nos anos setenta. Frequentou durante seis anos os seminários semanais de arte contemporânea ministrados pelo artista Carlos Fajardo. Especializou-se em Arte, Educação e Tecnologia pela UNB, em Brasília. É Mestre em Arte e Educação pelo IA- UNESP. Fez sua formação em cerâmica com a ceramista Sheila Nachtigall, além de cursos de esmalte. A partir de 2017 faz cursos de práticas agroecológicas e de agricultura biodinâmica e pós sobre Livro para a infância na Casa Tombada.

Iniciou sua carreira na área de arte e educação na Escola Vera Cruz em 77, onde permaneceu até 2016. Foi professora e assessora da área de artes do ensino fundamental e professora de didática das artes do curso superior do ISE Vera Cruz e de aquarela na Faculdade de Artes Plásticas – FAAP. Fez trabalhos de formação de professores em diferentes instituições. Tem publicado o livro Ensino de desenho nos anos iniciais do ensino fundamental: reflexões e propostas metodológicas voltado para a formação dos professores., PNBE 2012. Dá aulas em seu ateliê desde os anos noventa.

Realiza exposições coletivas e individuais a partir dos anos 70 no Brasil e no exterior. Tem obras em coleções particulares e públicas no Brasil, Argentina, EUA, Itália e Portugal.

Exposições

individuais

2008  Suavidade. Colorida Galeria de Arte e Design. Patrocínio Fundação Stickel. Lisboa, Portugal.                       

2005  Desenhos e cerâmicas. Café Aprendiz. SP.

2002  Pinturas, aquarelas e cerâmicas. Escritório de Arte Claudia e César Luís Pires de Mello. SP.

1998  Recortes e pinturas. Escritório de Arte César Luís Pires de Mello. SP.

1996  Pinturas e cerâmicas. Mônica Filgueiras Galeria de Arte. SP.

1990  Aquarelas. Universidade do Vale do Itajaí. Itajaí, Santa Catarina.

           Aquarelas. Espaço O’hungry. SP.

1989  Aquarelas Galleria Segno Grafico, Veneza, Itália.

  • COLETIVAS

2019  Caminho Natural. Casa Panamericana. SP.

2018  1a Bienal da Cerâmica. Centro Cultural Olido. SP.

           Contemporary Ceramic Exhibition. Centro Brasileiro Britânico. SP.

           Bazar D’a Casa Tombada. Casa Tombada. SP.

2017  Cerâmicas. Galpão Santo Antônio. Amparo. SP.

2013  V Bienal Internacional Del Mosaico Contemporâneo. San Nicholas de Los       Arroyos, Buenos Aires, Argentina.

2012  Feira Parte – Feira de Arte Contemporânea. Galeria de Arte Arterix. SP.

2011  Feira Parte – Feira de Arte Contemporânea. Galeria de Arte Arterix. SP.

2009  SP Arte – Feira Internacional. Monica Filgueiras Galeria de Arte. SP.

2008  SP Arte – Feira Internacional. Monica Filgueiras Galeria de Arte. SP.

2007 Rouxinol 51 um olhar sobre a escola Brasil: . Museu de Arte Contemporânea de Campinas José Pancetti. Campinas, SP.

2006  Rouxinol 51 um olhar sobre a escola Brasil:. Fundação Stickel. São Paulo, SP.

2005 Poucas e Boas. Brasília, DF.

          Traço na Grifo. Galeria Grifo. SP.

1995-2005 Arte no Quintal.  Ateliê Suca Mazzamati. SP.

1993-2006 Encontro de Arte. Ana Maria Xavier e M. Angela Machado. SP.

1997 Pinturas.Galeria Coletânea. SP.

1994  Pinturas, aquarelas e cerâmicas. Escritório de Arte Cesar Luís Pires de Mello. SP.

1993 Instalação e desenhos. Espaço Zack Bar. SP.

1984-1986 Aquarelas. Galeria Tenda: aquarela, SP.

1977 Desenhos. Galeria Lançarte. SP.

1975 Escritos, montados y colados, Xerox. Espaço Macunaíma. SP.

1972-1975 VIII, IX E XI Anual de Artes Plásticas. FAAP. SP.

  • Salões e Prêmios

2013  4o Salão Nacional de Cerâmica. Curitiba. Paraná.

           V Bienal Internacional Del Mosaico Contemporâneo. Primeiro premio. San Nicholas de Los Arroyos, Buenos Aires, Argentina.

2010  3.o Salão Nacional de Cerâmica. Curitiba. Paraná.

2004  VII Bienal do Recôncavo. São Felix. Bahia.

1997  XI Salão de Artes Plásticas Francisco Cimino. Medalha de prata. Amparo. SP.

1993  I Salão Paulista de Aquarelas da FASM. SP.

1983  VI Salão Nacional. MAM. Rio de Janeiro, RJ.

1973  IX Anual de Artes Plásticas. Menção honrosa. Museu de Arte Brasileira. FAAP. SP.

1972  VIII Anual de Artes Plásticas. Primeiro premio. Museu de Arte Brasileira. FAAP. SP.

          4º Salão do Artista Jovem. MAC. Campinas. SP.

  • CONGRESSOS

2015  Reflexões e relato de uma experiência de ensino de cerâmica nos anos iniciais do Ensino fundamental. IV Seminário Internacional- A Cerâmica na Arte Educação. São João del Rei, MG.

2014  Desenho: por quê, como e o que ensinar. II Congresso Nacional de Formação de Professores. Águas de Lindóia, SP.

2013  Com tato, uma experiência do ensino de cerâmica na escola. Congresso Icloc. SP

2011 Com tato, uma experiência do ensino de cerâmica na escola. CONTAF -Congresso nacional de técnicas para as artes do fogo. SP.

  • Publicações

2017  Rotinas de Invenção: uma experiência de arte na escola.  Dissertação de mestrado. Repositório UNESP. SP

2014  Desenho, por quê, como e o que ensinar. II Congresso Nacional de Formação de Professores:. SP

Clique para acessar o 330.pdf

2013  Ensino de desenho nos anos iniciais do ensino fundamental: reflexões e propostas metodológicas. Edições SM, SP. Aprovado no PNBE 2012.

2011 Um risco no céu: a vivência do espaço na formação do professor contemporâneo. Revista Veras, número 2. SP.

http://iseveracruz.edu.br/revistas/index.php/revistaveras/article/view/52/35

  • coleções

Obras em coleções particulares e públicas no Brasil, Argentina, EUA, Itália

%d blogueiros gostam disto: